top of page
Search

Décima sessão de químio - Perdemos a batalha...

Ola, tudo bem com vc?



Hoje foi minha décima sessão de químio, fisicamente continuo me sentindo bem, a oncologista me disse que meus marcadores sanguíneos estao ótimos... Mas, o que percebo é que não sou mais quem era antes, e que bom!


Me olho no espelho e não me reconheço, talvez agora a cada olhar vou enxergando partes nunca vista, mas que estou aprendendo a reconhecer, acolher, transformar.


Desejo a você que me acompanha por esses textos, que reflita em sua vida, o quanto não tem se olhado e se reconhecido.


Eu consigo ser grata ao Câncer por continuar me despertando a cada dia, a cada sessão.


Compartilho essa linda reflexão, postada na pagina de uma colega do Facebook que também tem câncer. Pois acredito que a vida é uma batalha diária, estando com câncer ou não.


Se a cada dia, fizermos um balanço de como foi nosso dia como se fosse uma vida inteira, poderemos perceber o quanto ainda não sabemos usar esse presente...


Estar com câncer na minha opinião não é vence-lo, é acolher e resignificar, cada emoção que vem com ele a cada dia. É começar e terminar cada dia com um novo aprendizado e com um balanço do que ainda temos a viver e se melhorar...


Gratidão San Grace por sua reflexão querida, que bom que estamos aprendendo com cada um que passa pela experiência. 🙌💜🌿


Por San Grace

“Perdemos a batalha, ...”


Essa foi a primeira frase que escutei do marido da Lídia ..


Conversamos um pouco sobre como foram seus últimos dias e relembramos entre choros e risos o legado que essa mulher incrível nos deixou.


Seu prognóstico era difícil: Tinha um Câncer de pulmão com metástase cerebral e a expectativa de vida de 6 meses.


Viveu 5 anos e muito bem vividos.


Nesse período, enquanto estava em tratamento, viajou, casou sua filha, viu seu filho se formar e o netinho nascer.


E mesmo enfrentando um câncer, ajudou a muitas outras pessoas...


Inclusive foi motivo de inspiração para muitas outras mulheres da família “Câncer com leveza”.


Sempre com muita fé, vaidosa e transmitindo muita gratidão pela vida.


Mesmo da ultima vez que nos falamos, quando já estava internada ‪há 26‬ dias, não escutei nenhuma reclamação...


Como posso considerar que ela perdeu?


Acho injusto quando acreditam que somente quando uma pessoa se cura é vencedora.


Quem lutou bravamente sem perder a esperança e alegria de viver e ainda assim morre é um perdedor?


Na minha opinião, ninguém nunca perde a batalha para um Câncer por falecer.


Primeiro, porque esse é o nosso fim:

Todos vamos morrer um dia.


Se a causa vai ser velhice ou doença… Isso é apenas COMO iremos morrer.


Pra mim, perde a batalha contra o câncer, quem se torna eterna vítima da doença e

acredita que está fadado a uma vida menor, limitada e infeliz porque teve ou tem câncer.


Perde a batalha quem se enterra em vida...


Por isso que vencer o Câncer exige mais que a cura física:


.vence o Câncer quem realmente consegue encontrar alegria de viver e um sentido para vida apesar do Câncer.


E portanto, vencer ou perder a batalha contra o Câncer não está relacionado ao fato de você sobreviver ou não.


Mas em COMO você quer viver a sua vida.


O que você irá fazer com o que te aconteceu?


Que pessoa você decide se tornar diante do seu desafio?

2 views0 comments

Recent Posts

See All
bottom of page