January 23, 2018

Please reload

Ultimos Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Futuros Posts

Silencie sua Mente para ouvir seu Coração

 

 

Houve um momento em minha vida que achava que falar era o única forma de se comunicar, de expressar as opiniões, de mostrar conhecimento...

 

Quando comecei a trilhar o Caminho do Povo Vermelho, fui compreendendo que quanto mais eu falava, menos eu ouvia, e ainda, quando silenciava as "palavras verbais" ainda assim existiam dentro de mim muitas vozes, que me impediam de ouvir o que o silêncio da Alma, que só captamos através do Coração.

 

Essas vozes ainda hoje são recorrentes, a diferença é que quando elas se manifestam e primeiro as observo e após a observação eu posso escolher se aceito-as como uma verdade do meu Coração ou se literalmente mando-as se calar.

 

Nossa Mente constanteMente MENTE para nós... e para aprender a lidar com ela é preciso "presença" e através da presença dissernir e ter compaixão. Nós não somos responsáveis pelos pensamentos que caem nas nossas cabeças mas somos integralmente responsáveis por aceitá-los ou não.

 

Temos uma ferramenta maravilhosa que aprendi ao trilhar esse caminho lindo e hoje compartilho com vocês. Ela se chama RESPIRAÇÃO. Se pararmos para pensar é a primeira que recebemos ao nascer, enquanto estamos na barriga da mamãe nossa forma de vida vem unica e exclusivamente através do cordão umbilical e ao nascermos, o médico até nos dias de hoje ainda estimula o nosso choro para que nosso pulmão comece a funcionar, e assim aprendemos a respirar...

 

Porém, a maioria das vezes esquecemos de usar essa tão sagrada e maravilhosa ferramenta. O elemento AR. Ao inspirar (pelo nariz) observe-se você está buscando no "Cosmos" o prana da vida, perceba seu corpo, sinta o ar entrando pelas suas narinas e chegando até a sua barriga... Nesse processo esse AR sagrado está oxigenando seu cerebro e levando para todos os orgãos vitais essa energia maravilhosa.... e o processo inverso acontece quando você expira, todo esse ar que circulou, harmonizou e limpou tudo que estava no interior é devolvido para natureza para ser reciclado...

 

Quando você faz esse processo com "presença" você tem uma sensação maravilhosa de bem estar..

 

Minha dica é colocar intenção na respiração... Feche os olhos, imagine-se ao inspirar que está entrando pelas suas narinas uma luz Dourada, do Amor Sabedoria que vem lá da fonte do Criador... sinta essa energia sendo absorvida pelo seu corpo e ao experiar pela boca coloque a intenção de estar pondo pra fora tudo que não te serve mais (tristeza, magoas, raiva, etc)... EXPERIMENTE!!!!

 

Depois que fizer esse exercício conte pra nós através dos comentários como se sentiu...  E se quiser conhecer mais sobre as beneces que seu coração te proporiona. Agende uma sessão de Terapia Xamanica Espiritual

 

 

Abaixo um texto maravilhoso para refletir ainda mais sobre o Silêncio...

 

 

 

Nós os Índios, Conhecemos o Silêncio

Não temos medo dele.
Na verdade, para nós ele é mais poderoso do que as palavras.
Nossos ancestrais foram educados nas maneiras do silêncio 
e eles nos transmitiram esse conhecimento.
"Observa, escuta, e logo atua", nos diziam.
Esta é a maneira correta de viver. 

Observa os animais para ver como cuidam se seus filhotes.
Observa os anciões para ver como se comportam.
Observa o homem branco para ver o que querem.
Sempre observa primeiro, 
com o coração e a mente quietos,
e então aprenderás.
Quanto tiveres observado o suficiente,
então poderás atuar. 

Com vocês, brancos, é o contrário.
Vocês aprendem falando.
Dão prêmios às crianças que falam mais na escola.
Em suas festas, todos tratam de falar.
No trabalho estão sempre tendo reuniões nas quais 
todos interrompem a todos, 
e todos falam cinco, dez, cem vezes.
E chamam isso de "resolver um problema".
Quando estão numa habitação e há silêncio, ficam nervosos.
Precisam preencher o espaço com sons.
Então, falam compulsivamente, 
mesmo antes de saber o que vão dizer. 

Vocês gostam de discutir.
Nem sequer permitem que o outro termine uma frase.
Sempre interrompem.
Para nós isso é muito desrespeitoso e muito estúpido, inclusive.
Se começas a falar, eu não vou te interromper.
Te escutarei.
Talvez deixe de escutá-lo se não gostar do que estás dizendo.
Mas não vou interromper-te.
Quando terminares, tomarei minha decisão sobre o que disseste, 
mas não te direi se não estou de acordo,
a menos que seja importante.
Do contrário, simplesmente ficarei calado e me afastarei.
Terás dito o que preciso saber.
Não há mais nada a dizer. 

Mas isso não é suficiente para a maioria de vocês.
Deveríamos pensar nas suas palavras como se fossem sementes. 

Deveriam plantá-las, e permiti-las crescer em silêncio.
Nossos ancestrais nos ensinaram que a terra está sempre nos falando, e que devemos ficar em silêncio para escutá-la. 

Existem muitas vozes além das nossas.
Muitas vozes.
Só vamos escutá-las em silêncio. 


"Neither Wolf nor Dog.
On Forgotten Roads with an Indian Elder" – Kent Nerburn 

 

Texto traduzido por Leela, Porto Alegre

Please reload

Please reload

Search By Tags
Please reload

Arquivos

ESPAÇO OUT E IN

AUTOCONHECIMENTO E CURA

© 2015 Espaço Out e In

Rua Dona Avelina, 377 - Vila Mariana

04111-010 - São Paulo - SP

Tel: 11-5084-1855 | Cel (Vivo): 11-99949-6252

WhatsApp: 11-99949-6252

iNFORMAÇÕES E AGENDAMENTO

Conteúdo e Marketing